14 abril 2017

Escapadinha // Aveiro


Conhecer Aveiro era uma das grandes 'falhas' no meu currículo de cidades portuguesas. Sim, é certo que ainda me falta conhecer algumas (já agora, fiquei deliciada com as vossas dicas neste post, apontei tudo para não deixar escapar nada, obrigada!). Vivo em Portugal há quase 13 anos e não me recordo de alguma cidade ter exercido tamanho fascínio sobre mim quanto Aveiro. Fiquei (e estou) completamente apaixonada pela cidade e especialmente pelas pessoas. É que não há comparação possível com o povo do norte e os cá de baixo, infelizmente. Não sou de comparações mas a diferença é tão abismal que dá que pensar.


Falar de Aveiro é falar do doce típico da cidade, os ovos moles. Sou muito desconfiada para provar novas iguarias (é um defeito que tento contrariar, especialmente em viagens), assumo que sou muito comichosa e nojentinha, se a comida tiver assim um aspecto mais invulgar é certo que não vou querer provar mas o meu marido fez um ar tão deliciado ao provar os ovos moles que lá me convenceu. E são deliciosos! Lembrou-me imenso de um doce típico da minha cidade chamado 'chuvisco' e feito com gema de ovo. Era menina para aviar uma caixa dessa coisa. Tão bom!

Ao fim do dia fomos espreitar o Fórum Aveiro, que tem uma arquitetura giríssima e é todo a céu aberto, dá mesmo vontade de ficar a passear por lá. É pena que cada vez mais os centros comerciais estejam massificados com as mesmíssimas lojas (há poucos anos ainda se encontrava uma ou outra loja local e típica da cidade), agora é tudo grupo Inditex, Parfois, Grupo Sonae e pouco mais. Uma desilusão!

Ai os azulejos! Aveiro é cheia de casas e prédios com fachadas incríveis, parecem verdadeiras obras-primas ali mesmo, a céu aberto. Mosaicos intrincados, mistura de cores e padrões, um festim para os olhos. Eu nem sabia bem para onde olhar, sou maluca por painéis de azulejos.

A famosa Ria de Aveiro. Confesso que demorei um bocado a entender o conceito de 'ria' (que não existe no Brasil). É um rio? Um lago? Mar? Tem água doce ou salgada? Enfim...



Nem todos os moliceiros têm dizeres sacanas :) Alguns são queridos e trazem a imagem de Santo António ou mesmo da inesquecível Amália Rodrigues. E sim, é uma diversão ficar um bocadinho a apreciar estes barcos coloridos passarem para lá e para cá.

Caminhando pelo centro antigo fui parar mesmo em frente dessa igreja - Igreja da Nossa Senhora da Apresentação - e até eu que não sou católica fiquei ali um bocado a namorar aqueles painéis (são qualquer coisa). O meu marido se ria e dizia que não via nada de especial naquilo (gajos...), é mesmo como diz a frase: a beleza está nos olhos de quem vê :)

Almoçámos num restaurante simples mas com comida absolutamente divinal (e super em conta) na esplanada em frente à igreja (não apontei o nome - burra!). Fomos servidos pela 'patroa', uma senhora já com uma certa idade e uma simpatia indescritíveis. A sério, eu amo os nortenhos! :)

E como é de praxe, nem seria típico da minha parte sair de Aveiro sem experimentar passear pelos seus canais (adoro barcos), então comprámos o bilhete combo com Passeio de Moliceiro 45 minutos + Tour de Tuk Tuk 50 minutos pelo centro antigo pro 10€/pessoa. Se fosse só andar de barco eram 8€, por isso acho que o passeio de Tuk Tuk compensou visto que ficou a 2€ e o guia era super divertido!

No passeio de Tuk Tuk fomos até as Salinas de Aveiro, que foi em tempos uma das principais actividades económicas da cidade, segundo o nosso guia. Ofereceu-nos um saquinho com sal no final do passeio e explicou-nos todas as diferenças entre os tipos de sal (flor de sal, sal fino, sal grosso, sal iodado, etc...)

Também ficamos a descobrir que as lojinhas que vendem ovos moles ao pé da Ria de Aveiro são autênticas lojas 'para turista' e que o doce feito nestas lojas não seguia a mesma receita tradicional. Os aveirenses, quando querem comer ovos moles vão até a Fábrica de Ovos Moles em Aveiro, que existe desde 1882 e está para Aveiro assim como a Fábrica dos Pastéis de Belém está para Lisboa. Por ser domingo, a fábrica estava fechada (outra coisa que reparei é que em Aveiro o domingo é sagrado para o descanso, as lojas de rua não abrem (ao contrário das lojas da Baixa em Lisboa) e praticamente todo o comércio fecha nesse dia.

Ao lado do Hotel Meliã Ria está a famosa escadaria com o 'I love Aveiro' que tooodo turista que se preze quer lá passar para tirar uma foto. Eu andei ali a fazer macacadas ao pé da rotunda que fica em frente, a minha máquina fotográfica recusava-se a funcionar com o comando remoto e eu não tinha a quem pedir que nos tirasse uma foto, por isso, lá insisti e consegui a foto :D

Monumento em memória dos deliciosos ovos moles (bem mereciam... são tão bons!), adorei especialmente a barrica (só porque era maior e vinha com mais recheio hahaha).

A Estação de Comboios foi outra coisa que me deixou abismada, é linda e super antiga! Já merecia uma manutenção (tem montes de azulejos a faltar) mas fiquei a saber que muitos fora roubados pelo que decidiu-se adiar a obra de manutenção... até hoje. Realmente é um bocado desanimador andar a arranjar tudo e a gastar nas melhorias para dois dias depois vir um vândalo (é que não há outro nome) e destruir tudo, é uma pena...

De resto, andei de BUGA (são super antigas e eu já não estava habituada a bicicleta sem mudanças hahaha) mas adorei a experiência; comi em sítios novos e adorei a comida de Aveiro. Ah, pessoas, eu gostei mesmo de tudo, até brinquei (a falar sério) que se um dia saísse de Lisboa, era para Aveiro que me mudaria. Ficou-me no coração!  

Aveirenses que lêem este blog, Aveiro é ou não é uma cidade que encanta? :)
SHARE:

6 comentários

  1. Aveiro e uma das cidades que quero mesmo visitar 😊

    ResponderEliminar
  2. Não sou de Aveiro, mas sou completamente apaixonada pela cidade :)

    ResponderEliminar
  3. Olá Anne! vou passear por Aveiro no próximo fim-de-semana e fiquei curiosa com os passeios de barco e Tuk-Tuk. Onde se compra o bilhete combo?
    Beijinho, obrigada*

    ResponderEliminar
  4. Anne, sou de Aveiro.
    Pena não nos cruzarmos! ;)

    **

    ResponderEliminar
  5. Dá um orgulho quando alguém se apaixona pelo nosso lugar =)

    ResponderEliminar
  6. A minha cidade é linda! Para a próxima vá a Pastelaria Ramos/Avenida comer um cartucho e aproveite para visitar as praias (o farol na praia da Barra, as casinhas às ricas na Costa Nova onde deverá comer um pastel de nata na Atlântida e tomar um copo no Casablanca na Vagueira, com uma vista magnifica ao fim da tarde);)

    ResponderEliminar

© A GAROTA DE IPANEMA . All rights reserved.
MINIMAL BLOGGER TEMPLATES BY pipdig