21 abril 2017

Que rufem os tambores:

Habemus reembolso do IRS disponível na conta (sim, foi mesmo em 15 dias #CentenoRules) e nunca nos meus longos anos de IRS eu recebi acima dos 4 dígitos, estou numa felicidade só! :)


E acho que a ocasião merece ser celebrada com pompa e circunstância, por isso estou aqui a pensar se estourarei o dinheiro em conjunto com o meu digníssimo esposo numa semaninha de férias aqui:

Tailândia

Ou se darei voz à minha veia consumista que clama há uns dois anos por essa menina aqui:

Métis, Louis Vuitton

Que indecisão, pessoas! São duas paixões incontroláveis que competem lado a lado um espaço no meu coração: as viagens e as malas de design. Não saberia escolher! Parece que tenho duas vozes, uma de cada lado da cabeça (tipo o anjinho e o diabinho do desenhos animados): a voz racional diz que devo optar pela viagem, que é sempre uma experiência incrível, ainda por cima num destino que já anda em cima da mesa há uns tempos. Se ouvir o lado emocional, penso que a mala é maravilhosa, que ao contrário de uma viagem não vai acabar em uma semana (pelo contrário, é daquelas que duram anos!) e se no futuro enjoar, sempre posso vender que nunca perco dinheiro (elas valorizam com os anos, especialmente LV). 

O que fazer? Não sei. O meu marido não é para aqui chamado para dar opiniões porque é claro que vai querer a viagem. O meu lado 'egoistazinho' diz que se optar por comprar a mala, vou acabar por ir de férias a mesma para um sítio igualmente fantástico (que o meu marido trabalha essencialmente para isso, para ir de férias quando lhe apetece, o gajo não passa sem férias de praias quentinhas).

Não quero me precipitar por isso até o fim-de-semana estou aberta aos vossos conselhos. Que me dizem? Razão ou Emoção? :D
SHARE:

32 comentários

  1. Que sortuda! Quem me dera receber mil e tal de reembolso =/ Recebi 125€, ninguém merece.

    Eu apostava na mala, é linda! Sempre que vejo looks da Pipoca ou da Joana (Sketchbook) com esse modelo babo-me toda. Compra!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu não percebo nada disso mas o meu reembolso varia todos os anos. Já recebi 300€ (época de faculdade), já recebi 500€ e depois que casei passou para os 800€ e tal e este ano, a surpresa de ser 1000 e picos.

      Opá, estou inclinadíssima para a mala. Eu também gosto muito dos looks da Pipoca com esse modelo, é super moderna e gira gira. Não sei, vamos ver :D

      Eliminar
  2. Anne,como fazes o teu IRS? É que tenho mais ou menos o mesmo nivel de vida que tu, também vivo com o meu namorado e ele também é engenheiro como o teu. Não temos filhos, vivemos em casa arrendada, bastante parecido com o teu caso e entretanto vou receber 318€ de reembolso. Que tipo de despesas metes? Obrigada pela ajuda! beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. ahahahah, adorei esta descrição ..... do tipo, vá, diz-me quanto ganhas! :P

      Eliminar
    2. Ui, eu sou uma nulidade nessas coisas. Este ano o IRS até foi automático, pelo que o meu único trabalhinho foi carregar em 'seguinte' até terminar a declaração, veio tudo preenchido.

      Eu nem sou das pessoas que pede NIF em tudo (regra geral, peço na farmácia, nos hospitais, supermercado se a compra for acima dos 40€, oficina mecânica) nunca peço em cabeleireiros, restaurantes e lojinhas típicas portuguesas (especialmente se conheço os donos), dá-me imensa pena estar a pedir facturas com NIF, sei que muitos não ganham nem para os ordenados dos funcionários, tenho mesmo pena (mas só passei a pensar assim quando comecei a ver a pipa de massa que vai de IVA todos os meses para o Estado).

      Depois temos as despesas básicas tipo renda, luz, água, gás, tv a cabo, seguros de saúde, seguro automóvel... e só aí já temos uma boa fatia. As despesas veterinárias penso que também meti no IRS. Hotéis e viagens também nunca me lembro de pedir (e a bem da verdade nem sei se entra no IRS). E é só. Penso que realmente recebemos bastante reembolso devido a diferença de escalão entre eu e o meu marido.

      Eliminar
  3. Respostas
    1. Tão bom abrir o extracto de conta e ter lá esse miminho! Por mim era todos os meses hahaha

      Eliminar
  4. Se o IRS é feito pelos dois, pertence aos dois. Portanto na minha opinião, deverias ter a opinião dele em conta.
    A mala não foge.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A Tailândia também não...

      Eliminar
    2. Pois não. Mas duvido que ele vá usufruir dela...

      Eliminar
    3. Ah, cá em casa não temos essa coisa de 'o que é meu e o que é teu', só temos uma carteira, não há cá esquisitices. Como disse, o reembolso do IRS é um dinheiro com o qual nunca contamos (assim como nunca conto com o subsídio de férias, até me esqueço - conto mesmo é com o de Natal). Não costumo pedir autorização ao meu marido para comprar o quer que seja mas tendo em vista o valor da mala, falei-lhe sobre o assunto. Pensei que se ia engasgar ou cair da cadeira, mas incrivelmente, o gajo só disse: "se gostas, compra, mas primeiro compra as nossas férias". Até lhe meti a mão na testa, naquela de ver se tinha febre ou delírios mas não, penso que já está treinado :D

      Mas vamos ver, ainda não decidimos nada.

      Eliminar
  5. Já que a viagem está sempre garantida, seja nesse ou noutro destino, eu apostava na mala. 😀 É lindaaa!

    ResponderEliminar
  6. Ola Anne!
    Eu sem dúvida escolheria a viagem!
    Existe algo melhor no mundo do que poder viajar? Investir dinheiro em descanso, cultura , memórias ? Ahhh adoro, todo o meu dinheiro extra serve para isso.
    Desde que trabalho, que todos os meus extras vão para férias, prefiro gastar em
    Viagens do que decorar a casa ( será possível? )
    Então a Tailândia era perfeito, queria tanto ir, ando a tentar convencer o namorado a ir, mas não é um destino que o chame muito à atenção! Este ano fomos a Londres e daqui a uns meses vamos a NY, mal posso esperar ��
    Que escolhas o melhor ����
    RitaF

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Viajar é maravilhoso mas ainda encontro 2 ou 3 coisas que superam essa paixão :D Pronto, não sei se comprar a mala está no mesmo nível da viagem mas que também é algo que adoro, lá isso é :D

      O meu marido também torceu um bocado o nariz à Tailândia por causa das comidas. O gajo gosta é de comer bem e à farta, mas não gosta de nada que seja asiático ou assim mais esquisitinho.

      Aii NYC, que sonho! Estou sempre a pensar ir mas sempre acabo por escolher outro destino. Tenho mesmo que pensar a sério sobre isso :D
      Diverte-te milhões!

      Eliminar
  7. Se vais de férias e vais...aproveita a mala eheheh

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Que vou de férias, vou. Mas a diferença estará entre ir para uma qualquer ilhota européia ou ir à Tailândia. Digamos que é uma boa diferença :D Vamos ver, está tudo em aberto.

      Eliminar
  8. Olá :) diria a viagem assim de caras mas como no fim do post dizes que vais viajar e vais, compra a mala ;) Também vamos receber um valor simpático cerca de 700 eur mas no nosso caso vai para a poupança mesmo :) beijinhos

    Mariana

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pois, é essa a minha indecisão. Se compro a mala, não vou estourar tanto dinheiro numa viagem logo a seguir, terei que ir para um sítio mais perto da Europa (isto porque vou ao Rio de Janeiro daqui a 3 semanas, não há dinheiro que estique hehehe) mas pronto, lá veremos.

      Quanto à poupança, é sempre uma excelente opção! :D

      Eliminar
  9. Pois, nao sei Anne. Tambem ainda estou a tentar decidir o que fazer ao meu reembolso, estou indecisa entre dar para a caridade ou comprar uma bola de berlim :p

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ai que horror! Foi assim tão pobrezinho? Xiça!
      Pensa pelo lado positivo: ao menos não pagaste :)

      Eliminar
    2. Ahahah pode ser que para o ano seja melhor.

      Eliminar
  10. Eu escolhia sem dúvida alguma a viagem, adoro viagens *-*
    Também pode pesar na minha decisão não gostar da mala em concreto xD mas viagens sempre acima de malas na minha opinião xD e a Tailândia é magnífica

    ResponderEliminar
  11. Mentalidade de pobre. Recebi vou gastar. Este blog da vontade de rir. O seu professor por um trabalho deduziu que era inteligente? Pois ele devia ser burro. Dado que o trabalho devia ser copiado.e by the way aonde é que as lv valorizam? A serio que acha que é um investimento com retorno igual? Poderia dizer aue eventualmente lhe darão algum dinheiro por ela na hora de vender agora aue valorizam.... La esta mais um sinal de inteligencia. Not!

    ResponderEliminar

© A GAROTA DE IPANEMA . All rights reserved.
MINIMAL BLOGGER TEMPLATES BY pipdig