15 julho 2017

Um novo tipo de tortura medieval...

... chamada 'Dente de Siso Incluso'. Se nunca ouviram falar sobre esta condição tão fofinha e especial (sqn), a sério, não queiram saber o que isso é. Vão por mim.

Ontem tinha consulta na dentista, consulta de rotina, ver se está tudo bem (até hoje nunca tive uma cárie e sou completamente paranóica com os meus dentes), fazer uma limpeza, o básico de uma consulta. Os meus dentes de siso ainda não nasceram completamente, ainda só começaram a romper a gengiva mas estão inclusos. A dentista (que já me acompanha há anos e é uma querida) diz-me: "Ah, parabéns, está tudo óptimo mas temos aqui um dente de siso incluso, vamos ter que arrancar."

Quê?! Até pulei da cadeira. Como assim, arrancar? O meu dente, uma parte de mim (a dramática), minha canjiquinha branquinha, não quero ficar sem ele! E se me faz falta? Quero morrer completa, com todos os acessórios com os quais nasci (apêndice, amígdalas, sisos, baço... quero todos os meus extras, ora). A dentista foi categória: "é um dente que vai dar problemas para nascer, que vai causar dores ao romper a gengiva e que 90% das pessoas arranca logo para evitar chatices."

Okey, tudo bem, depois arrancamos. Eu depois ligo a marcar, está bem? - disse com o meu sorriso amarelo.

Qual depois, qual quê! Vamos arrancar hoje! Rita, leva esta menina para o raio-x, vamos fazer extracção do dente 48. 

Fiquei em pânico. Não tinha a minha mãe nem o meu marido comigo, só naquela de dar apoio moral. Fiz uma pequena cena. Pessoas, eu nunca levei sequer uma anestesia na vida, não sei como é a sensação de ficar dormente e morro de medo dessas coisas.

Lá tirei o raio-x e em menos de nada vem a dentista com a anestesia na mão. Agarrei-me logo ao braço dela mal vi o tamanho da agulha que ela tinha mão. "Ai ai, começamos mal", respondeu a médica. A Rita, assistente, veio para me dar a mão (é ridículo mas eu precisava de ter alguém ali comigo), a primeira anestesia não doeu rigorosamente nada (uma picada de mosquito), entretanto levei a segunda e ainda uma terceira (essa sim, já senti alguma coisa). Um minuto depois comecei a sentir a língua dormente e toda a lateral do rosto. Que aflição!

A dentista voltou com vários acessórios metálicos (que nem fiz questão de olhar) e começou a fazer-me testes na bochecha a ver se eu sentia algo. Nada, estava inerte. Vamos começar. Abri a boca, fiquei de mão dada com a assistente e começo a sentir uma pressão no maxilar, enquanto a médica mexe de um lado para o outro no dente de siso. Sinto ela a fazer extrema força, afundo-me toda na cadeira enquanto penso "onde é que eu me fui meter? Ah, filho da puta de dente, quanto te apanhar cá fora faço questão de passar com o carro por cima de ti, meu cabrão de merda, só pelo prazer de ter ver todo esfareladinho no asfalto".

Passaram-se uns dez minutos, verdade seja dita que não sentia rigorosamente dor nenhuma, mas fazia muita impressão ver a força que a médica fazia e nada do dente sair. Estava mesmo incluso, o sacana. Quando a vejo a dizer "está quase" e pegar num alicate, ai caraças, achei que me finava ali mesmo. A medicina evoluiu tanto, já até fomos à lua, foda-se, mas ninguém inventa uma técnica menos arcaica e medieval para se tirar um dente? Tem mesmo que ser à marretada? 

Quando achei que ela me ia partindo o maxilar, lá saiu o dente e não se sente dor, é um facto, mas incomoda imenso. Olhei para aquele cabrãozinho, ali todo branquinho e fofo e só pensava em esfarelá-lo. Não levei pontos, não tinha nada infectado e a dentista achou que recuperação será mais fácil assim.

Uma semana de antibióticos, Brufen de 12h/12h e Nimesulida em SOS caso tenha muitas dores, o que graças a Deus não aconteceu. Hoje, 24h depois da extracção, sinto-me fresca e fofa, tenho zero dores e como de tudo (mas mastigo bem devagar para não magoar). Diz que daqui há um mês vou ter que tirar o siso do outro lado (que também está incluso) mas penso no lado positivo: ao menos não são os 4 (os outros 2 nasceram direitinhos). No final, a sacana da dentista ainda brincou "você acha é que é só sorrir e exibir esses dentes branquinhos? Não senhora, também é preciso intervir de quando em vez...". 

Eu nunca tive medo de dentistas, mas caraças, essa cena da extracção é mesmo de aterrorizar, especialmente quando achamos que só vamos ali fazer uma consulta de rotina e saímos semi-operadas. Hoje compreendo perfeitamente as pessoas que se pelam de medo de abrir a boca para o dentista. É preciso coragem (que eu claramente não tenho, haja vista a cena que fiz por lá).

E por aí, mais alguém sem siso? Dizem que é o dente do juízo... Agora perdi o meu de vez!
SHARE:

14 comentários

  1. Tenho 24 anos, e já há uns aninhos (4 ou 5 talvez?) que tenho os meus 4 dentes do siso nascidos e todos direitinhos =D
    É só um bocadinho chato para lava-los melhor (a escova tem de chegar mais fundo e tal) mas não me chateio com isso. Eu já demorava um bom tempo a lava-los, agora foco-me mais naquela zona.

    Até agora, todos os dentistas me elogiaram os dentes e então eu acho engraçado, porque muita gente disse que teria de rrtirar os sisos ("tens os dentes bonitos mas deixa só os sisos nascerem que vais ver a dor de cabeça que vai ser") e eles sairam todos bem xD

    ResponderEliminar
  2. Eu não tirei nenhum dente do siso porém deram-me muitas dores!

    ResponderEliminar
  3. Eu tirei os 3 sisos através de pequena cirurgia (porque supostamente não iriam nascer, tenho a boca pequena, tanto que para colocar aparelho tive de tirar outros 4 dentes), com direito a pontos e tudo, o 4º siso já não tive coragem, o 3º siso foi tão complicado que o medico quase se colocou em cima de mim... achei que não aguentava uma 4ª pequena cirurgia. Uns anos mais tarde comecei a sentir dores e era o 4º siso que estava a dizer olá! retirei-o logo! Relativamente aos dentes não é só uma questão de boa higiene e vigilância no dentista, passa também por ter sorte, no meu caso sempre foi complicado!

    ResponderEliminar
  4. Também tirei um dente do siso e fiquei traumatizada...bjs*

    ResponderEliminar
  5. Também tirei o dente do siso e agora é péssimo para lavar o "buraquinho" que se forma. Comer arroz é uma tortura depois;!

    ResponderEliminar
  6. Tirei um à duas semanas e demorou 1h15min a tirá-lo, foram dois médicos a tentar extrai-lo. Um siso do maxilar superior que seria uma coisa simples acabou por ser um pesadelo ao ponto de ficar com um hematoma no lábio. Levei pontos, tive que tomar antibiótico (que foi muito pior que tirar o dente porque atacou o estômago) e daqui a duas semanas vou lá outra vez porque parte da raiz não saiu. Vou ter que passar por tudo novamente.

    ResponderEliminar
  7. Aqui já passei dos 30 e nada de siso...

    ResponderEliminar
  8. Tenho 22 anos e já tirei 3 sisos. Não tinha espaço para nenhum deles. O primeiro que tirei deu-me imensas dores antes de o arrancar mas a recuperação foi relativamente fácil. Os dois últimos tirei no mesmo dia, tive uma recuperação difícil e demorada. E sim, a técnica é arcaica e faz imensa impressão a força que usam ahah Um beijinho Anne, gosto de ler o seu blog!

    ResponderEliminar
  9. Já não tenho os 4! Dois deles arranquei no mesmo dia, por isso andei os dias seguintes sem conseguir comer (tirei um de cada lado da boca...). Depois tirei mais um e outro, em dias diferentes. Foi horrível e cada vez que me lembro só penso que ainda bem que já não os tenho e que despachei logo tudo! Os dentes do siso só dão problemas e não fazem falta nenhuma :) Eu usei aparelho e só me iam estragar o "trabalho" todo. Além de que não tinha espaço na boca!

    ResponderEliminar
  10. Eu tenho tanta sorte que tenho logo 3 inclusos. Claro que ando aqui a arrastar o inevitável, mas mais dia menos dia lá terá que ser :(

    ResponderEliminar
  11. Também tive um desses! Foi o mais chato de arrancar, mas logo de seguida enfiei-me num restaurante de rodízio. Os outros três foi canja.

    ResponderEliminar
  12. O melhor que fizeste foi arrancar isso! Arranquei um e ainda tenho que arrancar mais dois. Confesso que não me doeu nada e só me assustei mesmo quando o dentista disse "agora não te dói nada, espera por amanhã!" (um sarcástico de primeira) e eu fui logo munir-me de gel e gelados e comprimidos tomei um e meio e não quis mais. Zero dores \o/ também não levei pontos (aí sim ia passar-me). Mas foi melhor assim, o meu estava a dar algumas dores porque rompia e a gengiva voltava a tapar e inflamava tudo.

    :D

    ResponderEliminar
  13. Eu tenho uma experiência positiva com a extração dos sisos.
    Cheguei aos 25 anos e nada de sisos,o dentista decidiu fazer rx.
    Descobri então que tinha apenas 2 sisos (os inferiores) e eram inclusos. Nunca iam nascer por isso era para tirar.
    A anestesia não me doeu nada e a extração foi rápida e tranquila e fui cozida.Tive zero dores,não tomei 1 único comprimido além do antibiótico. Fiz bastante gelo e quase não tive inchaço.
    Apesar de ter corrido bem eu ia cheia de medo por histórias que já tinha ouvido mas tive sorte.

    Nídia

    ResponderEliminar
  14. Mudando de assunto, e viagens? Já tenho saudades de um post desses.

    ResponderEliminar

© A GAROTA DE IPANEMA . All rights reserved.
MINIMAL BLOGGER TEMPLATES BY pipdig