14 agosto 2017

Escapadinha // Elvas & Monsarraz

No fim-de-semana passado decidimos, à última da hora, passar ao fim-de-semana fora. Queríamos um novo sítio para desanuviar a cabeça e esquecer os últimos acontecimentos (especialmente a minha mãe). Estamos em Agosto e arranjar hotel em cima da hora foi toooda uma aventura. É verão, está meio mundo de férias, é normal que não haja grande oferta de alojamento. Para piorar, o pet-hotel onde costumamos deixar a cadela não tinha mais vagas (e nós realmente só confiamos naquele sítio, ela habitua-se lindamente e adora ir para lá). Ponderou-se a hipótese de um de nós ficar em Lisboa por causa da nossa bolinha de pêlo (infelizmente a maior parte dos hotéis portugueses não está receptiva para receber um cãozinho, mesmo um que tenha 3,5kg e seja super educado - como é o caso da nossa baby).

Por sorte conseguimos um hotel em Elvas que aceitava animais e apesar de nunca ter me passado pela cabeça visitar Elvas (só tinha ouvido falar muito superficialmente), achei que poderia ser giro dado ser a 5km de Espanha (queríamos conhecer o Aqua Badajoz - já esgotámos os parques aquáticos do Algarve e adoramos experimentar novos).

Elvas é super pequenina e um encanto. Ficamos mesmo ao lado do Castelo, na parte antiga da cidade e adoramos o sítio. Muita população local (principalmente idosos) e comércio tradicional, coisas que eu adoro. Não é daquelas cidades massificadas onde tudo é feito para turistas, em Elvas tudo era do mais genuíno possível e só assim podemos sentir que de facto conhecemos a cidade.
Visitamos o Castelo de Elvas, o Pelourinho, a praça Central, o Aqueduto... a cidade é bastante pequena e vê-se tudo num único dia. E o calor, senhores? Como fazia calor! Arrependi-me diversas vezes de ir para o interior no auge do Verão, a sério, entre as 13h-15h não se aguentava andar nas ruas, nem se via viva alma.

Este peluche, coitado... não podia ver uma sombra que já se queria deitar (e deitava), bebeu litradas e litradas de água (comprei no ebay uma garrafinha super gira e prática para eles, mantém a água fresca, tem recipiente próprio para beberem e o fluxo sai à medida em que vão bebendo - depois faço post sobre as últimas comprinhas que fiz pelo ebay). Atentem para as patinhas completamente imundas (é claro que enfiei-a debaixo da mangueira no fim do dia - tínhamos um mini terraço).

Para quem tem dúvidas sobre viajar com animais, eu cá acho que todo o processo é bastante simples: levo sempre uma mochilinha com tudo dela: boletim de vacinas (em dia), registo do chip e da Junta de Freguesia, a garrafinha de água, o cinto de segurança (é obrigatório para andar com eles no carro), um pacote de biscoitos, um tupperware com ração e toalhitas 'Inodorina' caso ela faça cocó na rua (vá, podem se rir mas eu limpo o rabiosque do meu cão com toalhitas quando ele faz cocó).

Durante a viagem, ela vai presa ao cinto de segurança, no banco de trás (geralmente vai toda a viagem a dormir) e costumamos parar de 2h em 2h nas áreas de serviço para ela fazer xixi/cocó e beber água. Está habituada a fazer as necessidades no resguardo (compro os do Pingo Doce, são super resistentes e económicos), por isso deixo sempre um resguardo no quarto do hotel caso ela não queira esperar pelo nosso regresso e corre sempre tudo bem. Nunca destruiu nada, não late, eu sou completamente apaixonada por essa raça (já tive vários cães de outras raças: Labrador, Shitzu, Beagle, Cocker Spaniel) mas nenhuma tocou tanto o meu coração como a raça Maltês, a cadelinha parece que entende tudo o que nós dizemos, é um mini-humano, somos loucos por ela :)

O Aqueduto da Amoreira, visto ao pôr do sol (adoro fotografar nessa hora, a golden hour torna tudo ainda mais mágico!).

No dia seguinte, mortos com o calor, fomos pesquisar pela praia/piscina mais próxima de Elvas e descobrimos a Praia Fluvial de Monsarraz (que inaugurou em Junho deste ano) e lá fomos nós, matar o calor e matar saudades do sol.

Houve quem não saísse da água para nada...

A praia está muito bem estruturada, com duches, casa de banho, vários bares e um restaurante que serve refeições de prato. Gostei muito, tem tudo para ser um sucesso! Lá pelas 19h30 decidimos sair da água quentinha (estava mesmo uma delícia!) e fomos procurar um sítio para lanchar. Um senhor da zona sugeriu que subíssemos até a vila de Monsarraz e - abençoado senhor - acabou por ser o sítio mais giro da viagem (para mim, que adoro vilas medievais e todas essas coisas antigas).

As ruazinhas da vila de Monsarraz são qualquer coisa! Fotogénicas, com as suas casas em xisto, recantos escondidos que nos surpreendem com vistas de tirar o fólego, uma luz divinal para fotografia, enfim... Adorei, adorei! Lembrou-me muito a cidadezinha francesa de Èze (outra das minhas paixões), acho essas vilas o máximo!

E quando o sol se põe, xuxus? Aí é que a magia acontece!


Fiz questão de ir lá pro alto das muralhas para apreciar como deve ser esse espétaculo que acontece todos os dias e que me fascina: o pôr-do-sol. Já tive a sorte de apreciar esse fenómeno em alguns dos sítios mais incríveis do mundo (no Deserto do Saara, em Santorini, em Ibiza, na Pedra do Arpoador no Rio...) mas o de Monsarraz acabou mesmo por entrar no meu top! Adorei as cores misturadas, a atmosfera, o silêncio da vila... Um encanto!
Como sou vou ter férias 'de verdade' em Setembro, aproveito esses pequenos dias ao fim de semana para aventurar-me por esse país incrível e com tanto a desbravar! Conhecem mais vilas assim pequenitas e encantadoras? Partilhem comigo! ;)

O homem que atura tooodas as minhas loucuras (não são poucas) e mesmo assim, ainda diz que eu sou a melhor coisa que já lhe aconteceu. Não é de doidos? :D (os meus calções são destes saldos da H&M e apesar de amarrotarem imenso (cetim, meu povo...), ando doida pelo padrão deles - aqui).
SHARE:

15 comentários

  1. Anne mas a cadelinha não era da sua irmã? Passou a estar consigo?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A cadelinha continua a ser da Vi mas convivemos bastante (vivemos na mesm urbanização, apenas 3 ruas separam o meu prédio do prédio da minha mãe) por isso todos os dias passo por lá, muitas vezes passeio a cadela e ao fim-de-semana, se viajamos, tento sempre incluí-la :D

      Eliminar
  2. Que belo fim semana!E essa zona é linda!A cadelinha é um amor!😊

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Teresa, a zona é incrível! Não conhecia e fiquei completamente rendida :D
      Obrigada!

      Eliminar
  3. O que é feito do Rio? Não foi com vocês?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O Rio está no Alentejo, na quinta da família. Um labrador adulto necessita de muito espaço para gastar energia (que não é pouca) e incomodava-me cada vez mais vê-lo tão 'apertado' em termos de espaço. Quando surgiu a hipótese dele ir para a quinta no Alentejo, decidi fazer a experiência por uns tempos e confirma-se: ele está mega feliz por lá, com outros animais e muito espaço para brincar e correr. Ainda no mês passado lá estivemos com ele :)

      Eliminar
  4. Olá! Acabei de conhecer o teu blog, mas já fiquei fã! O meu pai nasceu em Monsaraz e os meus avós sempre lá viveram, por isso estou acostumada a ir lá passar uns dias de vez em quando e fico sempre fascinada! Vou continuar a seguir o teu trabalho, beijinhos!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Nídia :D Obrigada! Monsarraz é um encanto, parece uma cidadezinha que parou no tempo, uma delícia de passeio!
      Um beijinho e volta sempre :*

      Eliminar
  5. Tu mostra essas compras no EBay 😇 Que eu adoro! Agora também tenho um maltês 😍 Mas é macho e é um doce ❤️ Como consegues ter os olhinhos dela sem lágrimas? Tenho uma loção e limpo sempre mas fica sempre a mancha. Partilha essas coisas comigo 😂😜

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ahahaha mostro sim! Falta-me é tempo, no Verão tudo o que não me apetece é ficar agarrada ao computador (daí a ausência de posts) mas em breve partilho.

      Vais ficar rendida pelo maltês, é o cão mais adorável de sempre! :D
      No início quando a trouxemos do criador ela tinha muita mancha de lágrimas nos olhos, o truque é todos os dias de manhã limpar os olhinhos com gaze e soro (eles fazem muita remela, blerc!) e de preferência utilizar água mineral para eles beberem (a veterinária explicou que o calcário da água da torneira propicia as manchas) e a verdade é que desde que fizemos isso as manchas sumiram!
      Beijocas (queremos ver a foto dessa fofura!)

      Eliminar
  6. Oh Anne, então e o Rio? Tá td bem com ele? Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Inês, tudo óptimo com o Rio :) Está enorme e muito feliz, agora vive na quinta do Alentejo, com muita liberdade e outros amigos.
      Beijinhos

      Eliminar
  7. Bom dia, peço desculpa por incomodar mas pode indicar-me se comprou o maltez num criador? Obg

    ResponderEliminar
  8. Passamos super de fugida em Elvas, nestas férias e ficamos super interessados.
    Depois de te ler, está confirmado, quanto antes ainda lá voltamos :)

    Beijinho,

    ResponderEliminar
  9. Fotos incríveis, esse lugar é mesmo mágico Reguengos de Monsaraz :) Não tive oportunidade de ver o por do sol assim mas fiquei encantada na mesma com a vila tão pitoresca :D Obrigada pela partilha, não sabia da praia. Bjs

    ResponderEliminar

© A GAROTA DE IPANEMA . All rights reserved.
MINIMAL BLOGGER TEMPLATES BY pipdig