05 setembro 2017

Dia do Escambo (ou como ir às compras sem gastar)

No meu grupo de amigas mais chegadas (colegas tenho muitas mas amigas, amigas de verdade, conto nos dedos das mãos), temos por hábito escolher dois dias no ano em que fazemos o nosso já famoso 'Dia do Escambo'. E o que é isso, Anne? - perguntam vocês. Nada mais é do que reunirmos objectos dos quais já não gostamos/queremos/usamos, identificá-los consoante o preço que custou (temos bolinhas autocolantes coloridas para isso) e trocarmos entre nós. Escambo, no puro sentido da palavra, significa 'troca comercial de artigos sem compensação monetária' e é a forma como os nossos antepassados faziam as sua compras e vendas (numa altura em que não existia o dinheiro).

Isso começou quando a Joana, uma das minhas amigas, foi viver dois anos para Londres e como no início tinha que poupar muuuito, fazia as compras de moda (roupa, sapato, malas) em lojas de roupa de 2ª mão (as conhecidas Charity Shop). Quando regressou a Portugal, um dia sugeriu que fizéssemos em casa dela o 'Dia do Escambo', onde cada uma de nós (somos 8 gajas) levava as peças que já não queria e faríamos todas em conjunto a classificação das peças consoante o estado/marca/preço.



Deu tão certo que agora o nosso grupo já vai em 12 raparigas (amigas de amigas) e na sexta-feira passada fizemos mais um Dia do Escambo. Compramos umas etiquetas em formato de  bolinha, com várias cores e classificamos os artigos:

  • Amarelo: Artigo que custa entre 10 a 50€
  • Laranja: Artigo que custa de 51€ a 100€
  • Vermelho: Artigo que custa entre 101€ a 150€
  • Azul: Artigo que custa de 151€ a 200€
  • Verde: Artigo que custa 200€ a 250€ 
  • Rosa: Artigo que custa acima dos 250€ (para já, só temos 5 peças nesta categoria, somos pessoas pouco consumistas hahaha)
Geralmente fazemos o encontro no fim dos saldos de verão (Agosto) e no fim dos saldos de inverno (Fevereiro), que é a altura em que fazemos mais compras por impulso e temos mais artigos para desapegar. Depois fazemos combinações várias, do género: uma de nós tem um artigo 'verde' para trocar e pode escolher um artigo da mesma categoria (verde) ou uma combinação que perfaça o valor (por exemplo, um amarelo e um azul). Se duas pessoas querem o mesmo artigo, fazemos o desempate em 'par ou ímpar' ou se forem várias a quererem o mesmo, fazemos sorteio. Nunca ninguém se zangou e é super divertido, experimentamos as roupas todas, pedimos opinião umas das outras, é uma loucura! Dessa vez o 'Dia do Escambo' foi na casa da Sílvia (ela vive numa vivenda e fomos para o jardim) mas já foi cá em casa, na casa da Sara, da Joana... acho que já rodou um bocado por todas nós.

Acho que é uma maneira giríssima de darmos nova vida a artigos que não nos dizem mais nada e aproveitei esse encontro para 'despachar' várias coisas: umas botas da Aldo, duas malas da Longchamp (estou zangada com a marca, enquanto não me passar a raiva não entra mais nada deles cá em casa), três camisas da Zara (com etiqueta ainda), uma vela da Jo Malone (sim, também trocamos artigos de decoração) e dois chinelos Havaianas que nunca cheguei a usar. Em troca, voltei com uma mala da Michael Kors liiiinda de morte que já tinha namorado e namorado... quando entrou em saldos, continuei a achar muito cara (200€ em saldos, no way) e desisti. A minha amiga enjoou da mala, usou duas vezes e não a quis mais. Bom para mim! :) Trouxe ainda um perfume da Marc Jacobs (usado duas vezes), duas contas da Pandora e três tops da H&M que amei!

O que não trocamos entre nós - e que carinhosamente chamamos 'as sobras' - segue depois para uma Associação em Lisboa (uma das minhas amigas faz lá voluntariado e entrega). Com isso acabo por perceber onde estou a gastar por impulso, quais são as compras desnecessárias que faço e durante uns meses fico sempre super poupada e económico, pondero toodas as compras (pena que o efeito passa rápido e então sei que preciso de um novo 'Dia do Escambo').

Já conheciam esse tipo de 'reuniões'? Foi pena não ter feito um vídeo com a GoPro (tipo melhores momentos), e as únicas fotos que temos do evento são selfies parvas com roupas que não nos serviam hahaha :)

A minha nova paixão: Selma Studded Large em couro safiano, na versão com tachinhas douradas (existiu também a versão com tachinhas prateadas mas adoro o dourado). Nunca compraria uma mala branca (se não for impermeabilizada, vai apanhar transferência de cores das roupas e manchar) mas como foi uma 'troca', valeu a pena. Entretanto já fiz a impermeabilização (já vos ensinei aqui) e ela está prontinha para ir à rua e como nova :)

Eu penso que há uns anos houve um mega 'Dia do Escambo' entre bloggers, ou estou a delirar? Era tão fixe se fizessem algo do género em grande escala, não acham? Sem vendas, sem intermediação monetária, apenas troca por troca. Acho que seria o máximo! Alguém sabe de algum evento do género? Sou toda ouvidos!
SHARE:

5 comentários

  1. Nunca tinha ouvido falar de nada assim mas adorei a ideia! Quem me dera poder fazer isso com as minhas amigas :)

    ResponderEliminar
  2. Amei a ideia! Estaria super in numa coisa dessas!

    ResponderEliminar
  3. Eu fiquei fascinada com esta ideia :D :O adorei mesmo!
    Quem dera houvesse em escala!
    Bjs

    ResponderEliminar
  4. opá que ideia gira! adorei! assim as coisas nao ficam fechadas no armário, esquecidas! ;) a mala é um espetaculo!

    TheNotSoGirlyGirl // Instagram // Facebook

    ResponderEliminar

© A GAROTA DE IPANEMA . All rights reserved.
MINIMAL BLOGGER TEMPLATES BY pipdig