25 setembro 2017

Vocês são minhas testemunhas:

... e por isso afirmo: "nunca mais vou refilar de fazer férias em resorts de regime tudo incluído". Sou sempre a pessoa que fica farta da comida dos buffets, que fica saturada da animação, das mesmas músicas, do 'não fazer nada', que fica em pulgas para sair de mochila às costas explorar aquele país de ponta a ponta. Sim, essa sou eu, prazer. (mas devo confessar que estas férias, 100% ao estilo do senhor meu marido  = não fazer a ponta de um corno, estão a saber tããão bem!)

Não sei se regresso, minha gente. Estou seriamente tentada a ficar por aqui durante uns tempos (especialmente de Novembro a Fevereiro, só assim por causa das tosses - e do frio). Talvez alugar uma barraquinha em frente a essa praia quentinha, vender uns cocos (há com fartura nessa ilha)... vou amadurecer um bocadinho a ideia mas se entretanto eu resolver desaparecer pelos próximos dias, então já sabem: fiquei por cá.
SHARE:

13 comentários

  1. Riu Garopa, excelente resort, verdadeiramente 5 estrelas.

    ResponderEliminar
  2. Que maravilha!
    Boas férias!
    https://jusajublog.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  3. Só por curiosidade, quanto custa umas férias deste género?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Vá ao site dos resorts e faça uma simulação. Ou no Booking.
      Querem a papa toda feita...

      Eliminar
    2. Dou um exemplo que talvez ajude. Uma semana de férias tudo incluído na República Dominicana custa por volta de 1000€ por pessoa. Incluindo voos, tranfers, estadia num hotel de 5*, comida e bebida sempre disponíveis.

      Eliminar
  4. Ahhh que inveja! Fizeste tranças! :O
    Conta-nos mais coisas, please!
    Fotos de babar :)

    ResponderEliminar
  5. Tem piada porque de todas as viagens que fizeste e aqui mostraste, nenhuma delas foste verdadeiramente só com uma mochila de bagagem às costas e foste explorar todo um país. Normalmente levas mala de porão/cabine, vais ver cidades, e picas o ponto nos sítios que o guia top10 manda. Nada contra, apenas não é bem a mesma coisa que explorar um país de mochila às costas com uns meros 10kg para 1 mês a viajar por um país de uma ponta à outra. Dás a entender que és quase uma backpacker, e isso não é verdade.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pensei o mesmo :D não é por mal, Anne, mas realmente dás a impressão que és muito "down to earth" nas viagens (e, se calhar, no meio em que te moves até és mesmo), mas, pelo que aqui paetilhas das tuas viagens, não tens nada de backpacker :D percebo este Anónimo ter comentado porque "nós" backpackers (incluo-me nessa categoria ahah) somos muito ciosos do nosso estilo de viajar e não gostamos quando as pessoas mais "frescas" passam esta imagem de que são muito desenrascadas e aventureiras só porque esse "estilo" de viagem agora está na moda, quando no fundo não o são. Mas nada contra, cada um viaja como quer :D

      Eliminar
    2. Ao anónimo das 14:07: Tem piada porque eu só viajo em low cost (excepto raras vezes), nunca pago pela bagagem de porão (logo, só viajo com uma mala de 10kg), raramente fico em hotel (opto por ficar em AirBnB, HomeAway ou equivalentes). Levo mala de porão quando vou ao Brasil (porque levo sempre imensas prendas para a família e volto com outras tantas). No ano passado estive 15 dias na Grécia (sempre a mudar de um sítio para o outro) apenas com uma mala de mão. Há dois anos percorri a Riviera Francesa + Mónaco + Itália apenas com uma mochila. Portanto, não deve ser uma leitora muito atenta.

      Nunca viajo 1 mês para nenhum lado (excepto para o Brasil, por motivos familiares) por que gosto de dividir as férias em várias viagens por ano (por norma visito 4 ou 5 países por ano) e se ficasse 1 mês só em um país estourava já as férias todas.

      Não me considero uma backpacker mas tampouco sou uma 'lontra de resorts', gosto muito mais de férias à descoberta, com itinerários próprios e mochila às costas, mas daí a dizer que só faço férias assim... vai um longo passo. Nada de exageros, sou feliz de ambas as formas. Não preciso ostentar uma etiqueta no pescoço a dizer que sou mochileira.

      Eliminar
    3. "UI UI eu sou backpacker, sou bué traveller of the world e olha-me esta gaja a fingir que é uma também, com o seu malão da Samsonite, que lata!"

      Pelo amor de deus... Porque raio é que são muito "ciosos" com algo que não vos mexe de maneira nenhuma? Já pensaram até que a Anne pode usar isso ('viajar de mochila ás costas') apenas como uma expressão? Até parece que fazem esse tipo de viagem mais para serem diferentes do que por realmente gostarem.

      Eu pelo menos, quando olho para gente que relata as suas viagens assim mais "lowcost", de mochilita e tal, vejo nelas alguém descontraído, com um pensamento livre, despreocupado com o que os outros dizem ou falam, etc. Não alguém que faz esse tipo de comentários acerca das viagens dos outros.

      Eliminar
    4. Tal e qual o que eu pensei!
      (Será que quando vou a pé para Fátima também me posso considerar uma "backpacker?! É que afinal vou de mochila às costas, durmo no chão e tomo banhos de água fria...)
      Haja paciência!

      Olhe Anne divirta-se e muito pois eu tenho de esperar mais dois anos para ir aí!

      Eliminar
  6. Olá Anne, adorei as fotos! E se eu estivesse aí, nao me parece que iria ter tanta consideração por anónimos e gastar tempo a responder...aproveite essa maravilha e desculpe a "critica" beijinhos

    ResponderEliminar
  7. Que inveja dessas férias! :) espero que continues a aproveitar bem! Diverte-te!
    Mariana

    ResponderEliminar

© A GAROTA DE IPANEMA . All rights reserved.
MINIMAL BLOGGER TEMPLATES BY pipdig