27 dezembro 2017

Então e esse Natal?

O meu foi óptimo, muito melhor do que eu estava à espera. Estava desejosa que essa data se esfumaçasse do meu calendário, queria dormir no dia 23 e acordar no dia 26 de dezembro, saltando alegremente o Natal deste ano. Mas como dizia uma amiga "Mas Anne, Jesus não tem culpa das nossas desgraças né? Vamos celebrar o aniversário dele!" :)

Este ano o Natal foi em casa da minha mãe e foi maravilhoso! Só a nossa família mais próxima (somos poucos por cá), comida boa, aconchego do lar quentinho, muitas prendinhas (este ano surpreenderam-me, só ganhei coisas lindas e não troquei nada hahaha).

Já deito bacalhau e peru pelos olhos (desenganem-se, eu adoro a "roupa velha" e por mim comia os "restos" do natal até 2018 mas era taaanta comida que eu fartei-me logo e enjoei), por isso hoje não aguentava mais ver sobras do Natal. Fomos ao shopping jantar uma comidinha diferente e aproveitei para passar pela Michael Kors para fazer reclamação de uma mala que comprei no fim de Janeiro deste ano (pvp 398€) e que está com os 4 cantos completamente desgastados (estando um deles mesmo todo rasgado). Não se admite que uma mala deste valor dure tão pouco tempo!

A mala é toda em pele e não estava nada à espera desse desfecho, nem um ano aguentou... Compro artigos da marca há anos e foi a primeira vez que tive um "problema" deste tipo. A gerente foi impecável e na mesma hora ofereceu uma solução: ou fariam gratuitamente a reparação da mala ou devolviam o valor em "vale" para trocar por outra mala. Como estava desiludida com o modelo actual que deu problemas, acabei por trocar por outra mala da nova colecção. Trouxe esta:



O modelo é o Dillon, em couro saffiano (inevitavelmente o melhor tipo de pele da MK - dura uma vida). 

É certo que as malas da Michael Kors não são muito baratas mas a Política de Atendimento ao Cliente deles é fantástica e compensa! Estive quase um ano com uma mala, que apresentou problemas e em menos de 5 minutos ofereceram outra mala nova, do modelo e cor que eu quisesse. Foi a primeira vez que fiz valer a "garantia dos 2 anos" mas fiquei a saber que, caso o artigo apresente desgaste fora do normal/problemas de fabrico dentro dos dois anos, é só levar à loja que eles arranjam uma solução (reparação ou troca por outro artigo à escolha). Eu já nem tinha mais a fatura comigo mas como registo sempre as compras na ficha de cliente, bastou dar o meu telemóvel e encontraram logo a compra. 

Gosto tanto quando a marca dá a cara pelo produto e assume eventuais problemas... (o mesmo já não posso dizer da Bimba y Lola - nem sei por que raios continuo a comprar lá - tenho duas malas com transferência de cor (mesmo após impermeabilização) e uma delas com a alça a descoser, ninguém se chega à frente). As marcas podem não levar fé mas a política pós-venda faz toda a diferença na fidelização dos clientes :)
SHARE:

23 dezembro 2017

Postal de Natal ❤


Desejo a todos(as) os que passam por cá um Natal maravilhoso no aconchego da família, com muitas coisinhas boas (comidas, prendas, surpresas) e com a fé e a esperança renovada em Jesus, que é a verdadeira estrela do Natal :)

Natal para mim é sinónimo de gratidão, esse é o sentimento que invade o meu coração nesses dias. Não posso avaliar o ano de 2017 apenas pelos horrorosos dois últimos meses - o ano tem mais 10 meses - e nesses outros meses fui estupidamente feliz. E grata, sempre grata.

Não sei se ainda volto cá naquela semaninha entre o Natal e o Ano Novo (onde não se faz absolutamente coisa alguma, só engordamos e abrimos prendas) mas se não vier deixo já antecipadamente os meus votos de um 2018 maravilhoso para todos(as) nós, que seja um ano incrível! 
SHARE:

21 dezembro 2017

Ostentação para mim é...

... poder andar por casa de tshirt e calção, com os pés descalços e tooodo o aquecimento ligado. Olhar lá para fora e ver da janela as pessoas a tiritar na rua e eu aqui, no quentinho... é a verdadeira ostentação para mim. Na rua está um frio que não se pode e cá dentro está um microclima tropical, adoro! Já que é para estar até 2018 de baixa em casa (pela primeira vez nos meus 12 anos de descontos, devo ser o orgulho da Seg. Social), ao menos que seja com temperaturas caribenhas cá dentro. E sim, eu gostava muito de saber porque raios em Portugal pagamos tanto para conseguir ter a casa quentinha quando noutros países (onde o frio é mesmo de rachar) a coisa é o oposto. Injustiça!

(não quero nem ver a conta que me vai parar à caixa do correio no próximo mês, a sério, nesse dia até acho que mando o marido abrir o envelope sob pena de cair redonda no chão.)

[Aqui um parênteses: há dias ouvi o seguinte comentário de uma amiga (que soube tudo o que se passou comigo nos últimos tempos): "ah, estás de baixa? Ainda por cima é paga a 100%? Nesta altura do ano sabe mesmo bem!". Tive que deixá-la falando sozinha por que não consegui mesmo responder nada (ou se calhar até conseguia mas tinha que lhe partir os dentes e era capaz de não ser lá muito boa ideia). Ele há gente que... enfim!]
SHARE:

19 dezembro 2017

Ah, o maravilhoso mundo do atendimento ao cliente!

Tenho um lenço Hermès que precisa de ser lavado. Aqui a mula conseguiu a proeza de sujá-lo com chocolate (yeah, sou o desastre em pessoa). O lenço é 100% seda e na etiqueta diz "Dry clean only". Como não sei lavar a seco (nem iria arriscar com um lenço tão caro...) liguei para a 5àSec do meu bairro para saber em quanto tempo ficaria pronto e se tinham experiência com este tipo de artigos.
O diálogo com a funcionária foi qualquer coisa fora do comum:

- Boa tarde, tenho um lenço 100% seda que precisa de ser lavado a seco, gostava de saber se fazem esse serviço no próprio dia ou se leva muito tempo... E também se possuem experiência na lavagem deste tipo de artigos.
- Ó minha senhora (como eu odeio essa expressão!), está a ligar para uma 5àSec, é claro que temos experiência na lavagem de roupa! Leva dois dias para ficar pronto.
- Pois mas não estamos a falar de roupa comum, mas de um lenço em seda que só pode ser lavado a seco e que custou bastante dinheiro, por isso fiz a pergunta, para que não haja problema.
- É assim, ou confia ou não confia. (oi?!)
- Humm certo. Vocês se responsabilizam caso haja algum problema com a peça?
- Ó minha senhora (arrrgh!), claro que não. Toda lavagem é um risco, não sabemos nunca como a roupa vai reagir. (a sério?!)
- Ok, estou esclarecida, obrigada. Com licença.

Depois de ler imensas reclamações (aqui) sobre danos nas peças, rasgos e manchas... não me apetece nada arriscar com eles. É que claramente não se responsabilizam e lavam as mãos. O atendimento telefónico é de bradar aos céus, a senhora falava quase aos gritos comigo! Ficaram logo apresentados, quero é distância.

Entretanto, continuo com o lenço sujo e não sei o que hei de fazer. Já liguei à Hermès para saber se me indicavam algum sítio de confiança mas dizem que a política da empresa é não fornecer indicações quanto a isso. Estou tramada... Como diz o meu marido "se tivesses comprado um lenço na Zara já o podias meter na máquina de lavar!" e é bem verdade. Raios! Alguém já teve uma experiência positiva na lavagem de lenços em seda, que me possa indicar algum sítio em Lisboa que o faça? Agradecida!
SHARE:

14 dezembro 2017

Diz que, apesar de tudo, é Natal!

Finalmente ganhei ânimo (e alguma coragem, vá) para decorar a casa para o natal. A vontade era próxima de zero mas obriguei-me a vencer a apatia e o desanimo. Sempre adorei esta altura, é das minhas épocas preferidas do ano e fiz um esforço. Não foi nada comparado ao que costumo fazer nos anos anteriores (em 2016 foi assim) mas já no ano passado estive sem vontade (foi o ano em que perdi a minha avó e parte de mim se foi para sempre com ela) mas assim é a vida, se fosse moleza não se chamaria vida, se chamaria "pudim" :)

Sinto a casa super acolhedora, cheia de luz e brilho, até parece que nos levanta logo o astral!


A "novidade" deste ano são as capas de almofada que comprei ano passado nos saldos da H&M Home (em fevereiro! devo ser a única louca que compra decoração de natal em fevereiro...) e estavam de 7,99€ por 1,99€. São em algodão e dizem "Merry and bright" (trouxe com dizeres iguais para os panos de cozinha, ficam um mimo). Já nem me lembrava delas até que numa ronda ao roupeiro encontrei-as, ainda com etiqueta, e foi quase como se tivesse ido às compras ;)

E está feito! Agora quero aproveitar estes últimos dias do ano para descansar e recuperar de toda esta loucura (estou de baixa até o ano que vem, por isso não me resta muito a não ser descansar...), aproveitar para estar a 100% com a minha família (são eles a razão da minha vida, sem dúvida) e continuar muito grata a Deus que não me desamparou em nenhum momento e que sabe sempre o tempo certa para cada coisa. Parece frase cliché mas é tão verdade!

E vocês, já têm a árvore montada e tudo preparado para a noite mágica do ano?
SHARE:

08 dezembro 2017

Ufa!

SHARE:

01 dezembro 2017

Uma pausa:

É o que preciso no momento. Ausentar-me um bocadinho da vida online, focar naquilo que realmente importa e depois, quando sentir que estou pronta, aí sim, volto. E conto-vos a loucura em que se transformou a minha vida no mês de Novembro. Do céu ao inferno, em 25 dias. Às vezes até eu fico surpresa com a minha capacidade de aceitar aquilo que não posso mudar. Não sou de choramingar, de me revoltar, de pensar "por quê a mim?","não merecia passar por isso...", não... essa não sou eu.

É óbvio que fico triste, sou humana, tenho os meus momentos. Mas tenho uma fé absoluta e sei que Deus nunca me falha. E que essa fase delicada vai passar e vai servir de experiência, de aprendizado, talvez consiga até ajudar outras pessoas que passam (ou passarão) pelo mesmo. Não sou de ficar melindrada e falo sobre tudo aqui, sem tabus, sem vergonhas.

Desde pequena tenho a tendência de ver o "outro lado da moeda" mesmo quando a moeda é daquelas pretinhas de 1 cêntimo. Até essas têm o seu valor. Por pior que seja o momento, sempre, sempre vamos conseguir extrair algo de bom. Hoje ainda não compreendo tudo o que se passou comigo mas lá na frente eu vou entender. E vou agradecer.

[muito obrigada por todas as mensagens no instagram, pelos emails e comentários. Estou bem, de verdade. Só quero compreender a situação para seguir em frente, para lá é que fica o pote de ouro no fim do arco-íris.]
SHARE:
© A GAROTA DE IPANEMA . All rights reserved.
MINIMAL BLOGGER TEMPLATES BY pipdig