12 abril 2018

Aquele momento...

... em que uma pessoa da minha família me liga e diz: "olha, estás sentada? Então prepara-te..." e me conta algo tão bombástico que eu fico até sem palavras. Algo que tem o poder para arrasar uma pessoa. Uma pessoa que desde sempre eu nutro um ódiozinho de estimação (na verdade, desde que tinha 6 anos de idade e com o tempo o "ranço" só piorou).

Eu sei que não devia, que não é de Deus mas não pude evitar o sorriso satisfeito. Finalmente se fez justiça, caramba! Há anos que esperava por isso e sabem o que é melhor? É que nem precisei de mexer os meus pauzinhos, nem precisei de fazer nada... a pessoa enterrou-se sozinha.

Da minha parte, continuo com a minha poker face a fingir que não sei de nada, não vi nada. Mas já tenho comigo a  pipoca para aguardar o desenrolar dos acontecimentos... O meu lado "mauzinho" de vez em quando também vem ao de cima (é mais um senso de justiça, eu sabia que uma hora essa pessoa acertaria as contas com a vida, era impossível seguir anos a fio numa teia de mentiras a prejudicar tanta gente). E a vontade de abrir a boca e revelar tudo o que eu sei? Só Deus pra segurar a minha língua!

 (esfregando as mãozinhas de contentamento enquanto pego mais uma pipoquinha!)
SHARE:
© A GAROTA DE IPANEMA . All rights reserved.
MINIMAL BLOGGER TEMPLATES BY pipdig