24 julho 2018

Vender no OLX? É preciso ter pachorra!

Olá, pessoas (sim, estou viva!). Dei uma desaparecida do blog (por motivos nobres) mas precisava vir cá de fugida para vos relatar situações insólitas que me têm acontecido nos últimos tempos.

Então aqui a pessoa andou uns tempos em casa de baixa médica (só tive alta em Junho) e inquieta como eu sou, aproveitei que não estava impossibilitada de fazer esforços e troquei a casa toda de lugar. Tudo! Deu-me assim um estalo e pá!, fotografei o sofá da sala e meti no olx. Não o queria mais (trazia-me péssimas lembranças e muitas manchas de sangue que a custo consegui tirar). Em três horas de anúncio, recebi várias mensagens:

- Faz entrega na minha morada? 
(sim, querido, eu vou mesmo alombar com um sofá de 3 lugares + chaise-longue, descer com ele pelas escadas porque não cabe no elevador do meu prédio e ainda vou alugar uma carrinha para o levar até a sua porta, ok?)

- Pode me "guardar" até dia 30? (estávamos a dia 9 ou 10)
(não, meu anjo, eu não posso guardar. A ideia é desaparecer com ele da minha vista, a primeira pessoa que me estender as notinhas à frente dos meus olhos, leva o sofá.)

Entre outras pérolas que, enfim, nem me dava vontade de responder. Era só carregar no sítio que dizia "bloquear este utilizador" e assunto arrumado. Entretanto passei as "arrumações" para o closet e revirei aquilo tudo, o que não usava há mais de 1 ano foi com os porcos (eu andava impossível naqueles dias, parecia que estava ligada à ficha!), entre eles uma mala da Louis Vuitton já não me dizia nada e que na altura me custou 950€. Tinha toda a documentação da mala (fatura, dust bag, caixa da marca, tudo) e a mala em si estava como nova (sabem como eu sou cuidadosa com este género de artigos...) pelo que achei justo anunciar por 800€, uma vez que ainda estava dentro dos 2 anos de garantia e é um modelo que nunca baixa de preço (pelo contrário, agora já custa mais de 1000€).

Recebi pa-le-tes de mensagens, nem vos passa pela cabeça! Eu queria espetar aqui com o print das melhores mas tenho medo de estar a invadir a privacidade das senhoras, por isso fica um resumo:

- Aceita 300€? Posso ir buscar hoje, pagamento em numerário.
(a ideia é vender a mala, não dá-la. Já estou a coçar-me toda por vende-la visto que foi utilizada praí meia dúzia de vezes. E quanto ao pagamento, tendo em conta que não estou a pensar aceitar pagamentos em Visa ou Multibanco, julgo que terá mesmo que ser a dinheiro...)

- Aceita troca por iPhone 5 com ecrã partido mas a funcionar na perfeição + conjunto de capacetes de mota (??) e acerto do restante em dinheiro?
(não tenho interesse em trocas, não ando de mota e o capacete só me daria jeito em dias de "bad hair day", lamento mas fica sem efeito).

- Sou do Brasil, cheguei agora em Portugal mas amei sua bolsa. Posso pagar em três vezes? Deixo a cópia do meu passaporte com você.
(o que uma pessoa responde a isso? Sim, meu bem, pode pagar em 30, 60 e 90 dias no cheque pré-datado. Ou em suaves prestações de 80€ mensais em dez meses. Em 2019 você termina de me pagar a mala.)

Entretanto lá apareceu uma senhora disposta a pagar o valor que eu pedia pela mala, combinamos junto à  Louis Vuitton (porque a senhora estava com medo de ser enganada - e lá entramos na loja para autenticar a mala), correu tudo lindamente. Cheguei em casa e removi o anúncio.

No dia seguinte, mensagem de uma senhora que me tinha feito a proposta da "troca" pelo iPhone e mais outras quinquilharias. "Ah, vi que retirou o anúncio, já vendeu a mala? É que tinha mesmo interesse nela...". Respondi que sim, que tinha acabado de vender a mala. E sabem o que a pessoa me propõe? Vá, dessa vou mesmo ter que partilhar o print convosco.

Eu nem sabia bem como havia de "descalçar a bota" e simplesmente deixei de responder. Que loucura! O olx é ótimo para vender certas coisas mas é um desgaste mental tão grande, ter que responder 387 mensagens que não dão em nada (só gente com parafuso a menos) para finalmente conseguir vender. Eu já me deixei disso, agora anuncio tudo no Ebay e siga! É pena que ainda não dê para vender móveis, senão era ver-me a exportar móveis usados para o mundo inteiro.

E vocês, já se aventuraram nas vendas (e compras, já agora), no Olx? Conhecem mais alguma plataforma de venda em segunda mão? É que eu tão depressa apaixono-me pelas coisas como depressa farto-me e dá-me vontade de vazar a casa inteira. Agora ando nessa fase: "não uso mais? então vendo!". Vamos ver até quando vai durar...
SHARE:
© A GAROTA DE IPANEMA . All rights reserved.
MINIMAL BLOGGER TEMPLATES BY pipdig